RSS

domingo, 26 de abril de 2009

Cartinhas de amor


Coragem, hoje eu tive coragem!
Coragem para revirar todos os papéis que existiam guardados em uma caixa dentro do meu guarda-roupa.
Fazendo isto, pude reviver vários momentos e relembrar pessoas e muita coisa que já passaram na minha vida. Foi bom porque em certos momentos eu ri de alegria e chorei de tristeza, em perceber que existem tantas pessoas que eu quero um bem enorme e que apesar de no momento não se mantém presente fisicamente, mas em lembranças e em pensamentos elas ainda existem.
Encontrei cada pérola!
Cartinhas dos namoradinhos da adolescência. Tive um que eu nem lembrava dele, esta criatura fez o possível e o impossível para me conquistar, e pior é que ele não conseguiu. Porque eu detestava essa criatura, quando ele chegava perto de mim era como se o mundo tivesse acabando, eu pedia para morrer, e pior que quanto mais eu destratava ele mas ele se apaixonava por mim, dizia que adorava o meu jeito difícil.
Eu pintei misera com esse menino. Ele me ligava e eu mesma atendia dizendo que eu não estava, muitas vezes eu pensava que ele era maluco ou que ele se fazia, porque mesmo assim ele ficava insistindo. Chegou a me mandar várias cartinhas (eu não respondi nenhuma), teve um aniversário meu que a criatura me mandou uma cesta de café da manhã e eu nem se quer me levantei da cama para receber e nem ao menos liguei para agradecer, o pior é que quanto mais eu agia dessa forma parecia ser pior. Até que teve um belíssimo dia que ele me ligou perguntando se eu iria para uma festa e eu disse que não, chegando lá quem é a primeira pessoa que eu vejo? Ele, lógico! E para que ele não ficasse no meu pé, eu fingia que estava com meu primo e sempre ficávamos de mãos dadas. Desse dia em diante, ele se tocou que eu não queria nada com ele e deixou a minha vida em paz. :D
Durante esta tarde, reorganizando essas coisas, eu pude concluir que se existe outras vidas, creio que na última eu fui uma louca, porque eu nunca vi uma criatura na face da terra que já tenha atraído tanto louco, como eu!
Teve um que se dizia apaixonado, mandava cartas e mais cartas por um amigo para mim, porque ele tinha vergonha de me entregar e levar um belo fora, já que eu o tratava super mal. Esse coitado, só serviu de uma coisa para mim, em um certo tempo que estava dando um tempo com um namorado que tinha, resolvi aceitar o pedido de namoro do menino das cartinhas. Só para fazer raiva ao meu ex. O engraçado é que até hoje, quando ele ( o menino das cartinhas) fala comigo ele relembra o nosso namoro dizendo que foi uma das épocas mais felizes da vida dele e que hoje, nós amadurecidos, na hora em que eu quiser aceitar uma volta ele está disposto. E eu como sempre, só faço rir, porque foi um dos que eu achava que ele era minha marionetezinha, que a hora e no momento que eu quisesse eu teria/tenho ele nas minhas mãos. Mas prefiro agir pelo coração do que pela razão.
Esses seres loucos que já apareceram em minha vida, ainda renderá muitos post's nesse blog. Aguardem para as cenas dos próximos capítulos, das histórias loucas que já passei nesta vida.

7 comentários:

Bruno Alves disse...

Nenhuma pessoa deve ser tratada desprezivelmente ,assim como o amor o sentimento contrario também causa impacto muitas vezes inreparáveis em vidas simples ,muitas vezes causa intrigas com a pessoa em si própia.

Beijoo

' isaa * disse...

é , tem menino que gruda mesmo.
e nao sai de voce.
é um saacoo ¬¬'
mas depois passa

=]

amei teu blog !

beijinhoos ;**

ps : passa la no meu ?

Flor disse...

Pois é Suelyn, pior q tem menino q é assim msm , parece q qto + pisa, + fica gamado...rsrrs...

Ah, tô passando aki p dizer q tenho dois selinhos e um meme p/ ti no meu blog! =)

Bjos!
=**

M. disse...

Adoro essas lembranças guardadas nas caixas. Da última que fiz isso, riso garantido por uma semana. srsr

Bjos!!!

3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Escreve sim sobre esses doidões!!! Vai render muuuuuuito, hahaha!!! Eu tb tenho várias histórias de loucos para contar...

Beijos,

Bela - A Divorciada

fred disse...

A arqueologia dos nossos guardados é fascinante.
Ótimo texto.

Mary_Flor disse...

Cartas, fotos, caixas com lembranças...
Saudades!

Beijão!^^
Adorei o blog!